Publixer Magazine| Home
Mortos nem por 26 reais ao ano

Mortos nem por 26 reais ao ano

0 Comentários 🕔21.jul 2017

Quando o silêncio do cemitério da Barra é estremecido

 

Desde março o Departamento de Patrimônio da Prefeitura de Balneário Camboriú vem notificando familiares de pessoas enterradas no cemitério municipal, para limpar e arrumar os túmulos, bem como quitar dívidas referentes ao uso do espaço.

A taxa anual de R$26,75 é cobrada via boleto que pode ser emitido na secretaria do cemitério ou no departamento de Patrimônio da Prefeitura.

Desde o início da campanha, a prefeitura já arrecadou mais de 49 mil reais em débitos quitados reduzindo em mais de 40% o índice de inadimplentes. Mas a cobrança, pelo jeito, não agradou todo mundo. Foi o caso de uma senhora, membro de uma família muito conhecida em Balneário, que foi até o cemitério para tirar satisfação da notificação recebida pela família.

Com uma dívida de pouco mais de 800 reais pelo uso de 4 espaços (dois deles não “habitados”), a família foi notificada para quitar os débitos existentes desde 2009. Extremamente alterada, a senhora chegou aos insultos no cemitério ofendendo todos os funcionários que via pela frente. Segundo informações, o responsável pelo cemitério teve que se virar nos 30 para acalmar os ânimos da senhora.  Todas as notificações são padrões: aviso de que a pendência pode ser financeira, limpeza, conservação ou manutenção. Os proprietários devem entrar em contato com o cemitério para saber o motivo da notificação. No caso da histérica senhora, ela entendeu que a notificação foi por abandono.  Foram emitidas mais de mil notificações de março para cá, e todas seguiram o mesmo procedimento. Não há como selecionar quem deve ou não ser notificado. Afinal, a regra serve para todos.

A regularização das taxas de anuidade, atualização de cadastro, manutenção e recuperação das sepulturas começou em março deste ano com a convocação dos responsáveis por meio de edital publicado em jornal, site da Prefeitura e imprensa em geral. A segunda fase da regularização iniciou há cerca de 25 dias, que consiste na convocação pessoal, onde é enviado uma Notificação Administrativa com Aviso de Recebimento (AR) para a residência dos responsáveis pelos túmulos, que terão 90 dias, a contar da data de recebimento, para regularizar a inadimplência e a recuperação dos túmulos abandonados. Se no prazo não for regularizado a situação dos túmulos abandonados, o município fará a exumação, colocará os restos mortais no ossuário e o lote será revertido ao Patrimônio Público. E ponto. Sem privilégios.

Apesar da anuidade ser de apenas R$ 26, há muitos túmulos abandonados e com débitos o que demonstra a negligência dos oito anos de governo ERD. Para quem não quer barraco e sim resolver a situação como gente civilizada a atualização dos dados cadastrais e a regularização devem ser feita na secretaria do Cemitério, localizado na Rua Jardim da Saudade, s/n, Barra. Os proprietários devem levar RG, CPF e comprovante de residência.

Foto: Neil Thomas/Unsplash.com

Artigos semelhantes

Lucas Gotardo posiciona-se contra proibição da parada gay

Lucas Gotardo posiciona-se contra proibição da parada gay 0

  O vereador Lucas Gotardo é o única figura pública a se posicionar contrário a proibição

Dois anos do Sarau da Tainha

Dois anos do Sarau da Tainha 0

  Se há um evento cultural que deve ser valorizado em Balneário Camboriú este é Sarau

Sombrias Estações

Sombrias Estações 0

  A exposição Sombrias Estações, do jornalista Nildo Teixeira de Melo Jr., retrata as estações de

Clima de revolta na GM

Clima de revolta na GM 0

  A Publixer Magazine apurou que houve uma reunião interna na secretaria de segurança onde foi

Show para elevar a alma

Show para elevar a alma 0

  Um show diferente movimentou a festa do Bom Sucesso na noite da última sexta-feira. Um

Sobre o autor

Bola Teixeira

Bola Teixeira

Jornalista, amante de blues e do bom e velho rock and roll, sediado em Balneário Camboriú - SC, mas com os olhos e ouvidos abertos para os acontecimentos do mundo.

Ver mais artigos 🌎Visitar o site Envie um e-mail

Sem comentários

Nenhum comentário.

Ninguém deixou um comentário neste artigo.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *