Publixer Magazine| Home
O talento de Ranchinho em exposição

O talento de Ranchinho em exposição

0 Comentários 🕔20.ago 2018

A impressionante obra do autodidata, analfabeto e morador de ranchos abandonados, razão de seu apelido

 

Por Roberto Rugiero*

Uma exposição há muito aguardada, acontece até 21 de setembro reunindo 28 obras do artista Ranchinho, falecido em 2003, pouco antes de completar 80 anos. Nascido na região de Assis, SP, filho de lavradores muito pobres, e batizado Sebastião Theodoro Paulino da Silva, o
artista era oligofrênico e manifestava também problemas de exibicionismo. Criado nas ruas, após o falecimento de sua mãe, era analfabeto e viveu boa parte de sua existência catando materiais descartáveis e morando em ranchos abandonados, daí seu apelido.

Ranchinho possuía grande habilidade para o desenho. Nunca teve uma lição de arte, não conhecia artistas, nem museus ou galerias, mas criava cenas com os precários materiais de que dispunha e os presenteava aos conhecidos. No final dos anos 1960 o pesquisador José Nazareno Mimessi, que tinha contatos na Capital com pintores populares, forneceu a Ranchinho um estojo de guache, papéis adequados e lhe ensinou o manejo. Foi o que bastou para prontamente ser iniciada uma produção grandiosa e constante, depois estendida à pintura, que durou até seu desaparecimento.

Apesar dos infortúnios que pontuaram sua comovente biografia, apesar do isolamento e da precariedade dos meios de que dispunha, a obra de Ranchinho evoca uma grande exaltação da vida. Seu inesgotável repertório de imagens e assuntos surpreende pela acuidade e poesia. É um mestre da composição e do colorido. Um caso único na arte brasileira. Frequentemente os que têm contato com sua obra conectam a força de suas múltiplas imagens ao legado de Van Gogh, apesar das diferenças de contexto e a dimensão de ambos.

Os trabalhos expostos, inéditos e de grande qualidade, provêm de uma seleção, realizada durante mais de 40 anos, agora disponibilizada.
É possível avaliar a conduta de um profissional do mercado por sua capacidade de reconhecer a importância de um artista, mesmo que este não faça parte do que habitualmente é o seu território de ação. Ao firmar com a Ricardo Camargo Galeria parceria para a realização da mostra de Ranchinho o ecletismo lúcido que tem caracterizado sua atuação acabou por ser decisivo.

  • Roberto Rugiero é galerista além de outras atividades ligadas a arte.

Exposição: Ranchinho

28 obras de c. 1976 a 1994
Técnicas: caneta hidrográfica, guache, acrílica sobre suportes variados
Valores: R$9.000,00 a R$ 25.000,00
Período da mostra: até 21 de Setembro de 2018
Horário: Segunda a Sexta-feira das 10 às 19 h
Sábado das 10 às 14 h
Local: RICARDO CAMARGO GALERIA
Rua Frei Galvão, 121 – Jardim Paulistano – SP

 

Artigos semelhantes

Provence en hiver, na Lombardi Galeria

Provence en hiver, na Lombardi Galeria 0

  A Lombardi Galeria inaugura a mostra de fotografias Provence en hiver, com trabalhos de André

A metáfora carioca

A metáfora carioca 0

  Tania Rego/Agência Brasil/Fotos Públicas Muito já se escreveu, já se falou, já se surfou, já se

Bolsonaro é produto da hegemonia petista que não deu certo

Bolsonaro é produto da hegemonia petista que não deu certo 0

    Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/Fotos Públicas Até a queda de Dilma Roussef, pouco - ou nada

Caldas da Imperatriz: um hotel federal

Caldas da Imperatriz: um hotel federal 0

  Santa Catarina tem dessas coisas: cidades pequenas, ordeiras e pacatas. Santo Amaro da Imperatriz é

Per Se nos cinco anos da Galeria Vila Nova

Per Se nos cinco anos da Galeria Vila Nova 0

  Prossegue até o dia 31 de julho a mostra “Per Se", coletiva que marca o aniversário

Sobre o autor

Bola Teixeira

Bola Teixeira

Jornalista, amante de blues e do bom e velho rock and roll, sediado em Balneário Camboriú - SC, mas com os olhos e ouvidos abertos para os acontecimentos do mundo.

Ver mais artigos 🌎Visitar o site Envie um e-mail

Sem comentários

Nenhum comentário.

Ninguém deixou um comentário neste artigo.

Deixe um comentário


Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/storage/d/8a/f8/garfada/public_html/publixer/wp-content/themes/piccione-theme/functions/filters.php on line 157

Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/storage/d/8a/f8/garfada/public_html/publixer/wp-content/themes/piccione-theme/functions/filters.php on line 158
<

onze − 4 =