Publixer Magazine| Home
Bohemian Rapsody de fortes emoções

Bohemian Rapsody de fortes emoções

🕔07.nov 2018

Filme de Freddie e Queen arrepia

 

Eu tinha, sei lá, 17 anos quando apareceu a clássica capa branca de A Night at the Opera (foto abaixo) na prateleira da loja de discos. De uma banda chamada Queen que nunca tinha ouvido falar. Um amigo comprou e achou uma droga. Me amarrei no álbum bem luxuoso, com encarte e tudo. Fui para a audição na cabine da loja e tarei pelo disco. Tinha Bohemian Rapsody, Love of My Life, You´re My Best Friend e até a esnobada I’m in Love with My Car.  Passsaram-se só 40 aninhos para surgir Bohemian Rapsody, The Movie que conta a trajetória da banda e, em especial, do vocalista Freddie Mercury.

Fazer um filme biográfico é algo complicado. Há muito põe e tira, ameniza-se nisso ou naquilo e invariavelmente o resultado soa meio que uma história contada a picotes. Mas o que vale mesmo é reviver momentos inesquecíveis do mundo rock como a apresentação da banda no Rock in Rio que de tão bom resultou no álbum duplo ao vivo  Queen Killers. E a própria despedida deles no Live Aid já com Freddie condenado a morte pela Aids (foto de abertura da matéria). Foi de arrepiar. Fortes emoções e lágrimas.

Artigos semelhantes

Personalidades da Time são jornalistas

Personalidades da Time são jornalistas 0

  Desde 1927 a Revista Time elege uma personalidade do ano. Já foram homenageados pessoas ditas

“Um sonho louco para um menino espanhol como eu”, Fernando Alonso

“Um sonho louco para um menino espanhol como eu”, Fernando Alonso 0

    Um adeus ou um até breve, o piloto espanhol Fernando Alonso se despediu da F1,

Zverev: o herdeiro de uma dinastia de 14 anos no tênis mundial

Zverev: o herdeiro de uma dinastia de 14 anos no tênis mundial 0

  Exceto o ano de 2016 quando Andy Murray terminou a temporada como o primeiro do

Os 45 anos de Pinups, de Bowie

Os 45 anos de Pinups, de Bowie 0

  Um ano após revolucionar a cena musical inglesa com seu personagem Ziggy Stardust, David Bowie

Punk rock: Television é a origem de tudo

Punk rock: Television é a origem de tudo 0

  CBGB era uma casa noturna sem qualquer expressão. No início dos anos 70, bandinhas inexpressivas

Sobre o autor

Bola Teixeira

Bola Teixeira

Jornalista, amante de blues e do bom e velho rock and roll, sediado em Balneário Camboriú - SC, mas com os olhos e ouvidos abertos para os acontecimentos do mundo.

Ver mais artigos 🌎Visitar o site Envie um e-mail

O que você procura?