Publixer Magazine| Home
Eu fui a Espiã que Amou o Comandante

Eu fui a Espiã que Amou o Comandante

0 Comentários 🕔06.abr 2020

Marita Lorenz, a Alemanita, também foi a assassina fracassada.

Há diversas formas de viver a vida para uma mulher. Pode ser aquela coisa monótona de dona de casa. Ou aquela mais independente das coisas que quer. Ou aquela empoderada. E tem a Marita Lorenz que conta, em livro, suas aventuras como espiã na sua biografia Eu fui a espiã que amou o comandante.

Alemã de nascimento, Llona Marita Lorenz, passou parte de sua infância no campo de concentração de Bergen-Belsen. Mais tarde seu pai, comandante de navio cruzeiro, lhe proporcionou uma viagem que marcaria o resto de sua vida quando ainda tinha 18 anos de idade. Em Havana conheceu Fidel Castro que recém havia tomado Cuba.

Se apaixonou por ele. Foi embora e retornou a Havana onde teve um filho com o comandante que lhe custou uma tentativa de aborto e a distância definitiva do seu amado revolucionário. Foi para os EUA. Trabalhou pra CIA, se aproximou de mafiosos, fez merdas atrás de merdas conspiratórias até mesmo a tentativa de assassinato de Fidel Castro não consumado, além de estar envolvida no assassinato de John Kennedy.

A vida de Marita foi intensa, muita intensa. Teve uma filha com um déspota venezuelano, foi pra cama com policiais e mafiosos. Sempre correndo atrás dos prejuízos provocados por ela mesma. Sempre passando por dificuldade financeira, afinal seu trabalho não foi dos mais convencionais. Ela ainda é viva. Tem 80 anos.

Artigos semelhantes

“World Press Photo é o Tour da França na fotografia de imprensa”

“World Press Photo é o Tour da França na fotografia de imprensa” 0

  Entrevista publicada na Revista Photo Magazine em sua edição 13, de abril/maio de 2007. Spencer Platt,

50 anos de World Press

50 anos de World Press 0

  Homem lava fuligem do rosto após explosão de gasoduto, Lagos, Nigéria, Foto de Akintunde Akinleye

Equilíbrio no feminino. Domínio no masculino

Equilíbrio no feminino. Domínio no masculino 0

  A terceira etapa do WPT realizada em Madri confirmou o favoritismo da nova dupla número

Morte a Bono

Morte a Bono 0

  A biografia do crítico de música Neil McCornick é algo como A Vida de Brian,

Padel: etapa sem público tem audiência de 3 milhões no You Tube

Padel: etapa sem público tem audiência de 3 milhões no You Tube 0

  Acontece na próxima semana a terceira etapa do WPT novamente em Madri. O retorno do

Sobre o autor

Bola Teixeira

Bola Teixeira

Jornalista, amante de blues e do bom e velho rock and roll, sediado em Balneário Camboriú - SC, mas com os olhos e ouvidos abertos para os acontecimentos do mundo.

Ver mais artigos 🌎Visitar o site Envie um e-mail

Sem comentários

Nenhum comentário.

Ninguém deixou um comentário neste artigo.

Deixe um comentário


Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/storage/d/8a/f8/garfada/public_html/publixer/wp-content/themes/piccione-theme/functions/filters.php on line 157

Warning: Illegal string offset 'rules' in /home/storage/d/8a/f8/garfada/public_html/publixer/wp-content/themes/piccione-theme/functions/filters.php on line 158
<

dezenove + 10 =